junho 30, 2016

Gira, O Mundo Gira!

Bom dia amigos queridos!
Tudo bem com vocês?
Pra quem gosta de um "faça você mesma", olhem que amor as ideias para aproveitarmos os atlas geográficos antigos dos nossos filhos....sabe aquela coletânea linda de mapas que nossos filhos já não usa mais, que já está ultrapassada com as mudanças territoriais, mas a gente tem pena de se desfazer, então....Dá para criar um monte de trabalhos bonitos.
Vejam só que lindo!

Como dizia Lavoisier, em seu princípio da conservação das massas, com a frase:

"Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma"

Assim é a natureza, assim é o mundo, as pessoas, as coisas materiais, os problemas, enfim....Tudo passa, tudo se transforma!!!

Que o dia de todos vocês seja maravilhoso, com essa música que eu amo!
Beijos,

Beatriz Oberg.










































































imagens: pinterest



junho 29, 2016

O Mundo De Beatrix Potter!

Bom dia pra vocês, queridas pessoas!
No início do século XX destacou-se no cenário inglês, numa sociedade altamente rígida na época, uma mulher determinada, que foi um exemplo de mulher.



Helen Beatrix Potter (Londres, 28 de julho de 1866 — Lakeland, 22 de dezembro de 1943) foi uma escritora, ilustradora, micologista e conservacionista inglesa, célebre por seus livros infantis de grande originalidade. Sua obra mais famosa é A História do Pedro Coelho, um relato das travessuras do Peter Rabbit na horta do Sr. Gregório.


Beatrix Potter procurou várias editoras para publicar seus livros. Fez setenta tentativas e sessenta e nove falharam. Sua carreira como escritora e ilustradora infantil começou quando A História do Pedro Coelho foi publicada por Frederick Warne em 1902.


Foi um sucesso de vendas traduzido em 36 idiomas e vendeu 45 milhões de exemplares.
Em 1905, com o dinheiro que ganhou, comprou sua primeira propriedade em Lake District, uma fazenda chamada Hill Top.
A fazenda e seus arredores começaram a aparecer nas suas histórias.



Beatrix foi uma mulher solteira por muito tempo. Sua mãe a pressionava para que se casasse, pois não aprovava que a filha se sustentasse com a venda dos livros que escrevia e ilustrava.

O mais novo dos irmãos Warne, Norman era o único solteiro da família, e tio muito dedicado a seus sobrinhos e sobrinhas. Norman foi o responsável pela publicação inicial dos livros de Beatrix. Em 1905 Norman pediu Beatrix em casamento, o que foi alegremente aceito. O noivado foi mantido em segredo pois a família de Beatrix Potter desaprovava um noivo que vivia de sua profissão de editor, por considerá-lo de classe inferior. Tragicamente, em 25 de agosto de 1905, um mês depois do pedido, Norman morreu de pneumonia, quando tinha 37 anos. Isso deixou Beatrix devastada, mas ela fez o máximo para superar esse momento difícil, trabalhando ainda mais do que o costume.


Em 1913, aos quarenta e sete anos, Beatrix casou-se com William Heelis, um procurador local, e foi morar em Sawrey. Ela passou a desenhar e a escrever menos, dedicando-se às atividades da fazenda, à criação de carneiros e a comprar muitas terras em Lakeland, para preservá-las. Quando Beatrix Potter morreu, em 1943, deixou mais de 4.000 acres e 15 fazendas para o National Trust, uma organização destinada a preservar lugares de interesse histórico ou de grande beleza cênica, na Inglaterra.


Em 2006, a vida de Beatrix Potter foi transformada em um filme, Miss Potter, de Chris Noonan, com Renée Zellweger e Ewan McGregor como protagonistas.


Um filme lindo, que todos deveriam assistir, que mostra um pouco da vida dela, de suas obras e os encantos do lugar onde viveu.
Bela história de vida!
Vejam um pouco das imagens de sua encantadora Cottage!

Um grande beijo pra vocês.
Até amanhã!

Beatriz Oberg.





















































imagens: pinterest, wikipedia


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover